Publicado em 29/03/2018 às 12h46.

Neto: ‘BRT supera perseguições de adversários para virar realidade’

"Se o PT estivesse governando hoje o Brasil a gente não teria o BRT", disse o prefeito ACM Neto nesta quinta-feira, na cerimônia de início das obras

Redação
Foto: Max Haack / SECOM
Foto: Max Haack / SECOM

 

O prefeito ACM Neto autorizou na manhã desta quinta-feira (29), a primeira etapa das intervenções das obras do BRT, ligando a região do Parque da Cidade à estação do metrô do antigo Iguatemi. O evento marcou o dia do aniversário de 469 anos da capital em solenidade realizada no canteiro da obra, próximo do acesso à Cidade Jardim, com direito a bolo festivo.

“Se o PT estivesse governando hoje o Brasil a gente não teria o BRT. Eles não se cansaram de nos perseguir para que essa obra não saísse do papel. Só prometiam e depois nos davam as costas. Mas jamais deixei de confiar que esse dia chegaria. E aqui estamos”, discursou ACM Neto, numa referência ao governo da ex-presidente Dilma Rousseff. “Aproveito, aliás, para agradecer ao empenho do atual governo federal para que estivéssemos hoje aqui”, emendou.

As intervenções serão concluídas em 28 meses e fazem parte do eixo Investe do programa Salvador 360. As obras serão executadas pelo Consórcio BRT Salvador, formado pela Camargo Correa Infraestrutura S.A., Construções e Comércio Camargo Correa S. A. e Geométrica Engenharia de Projetos Ltda. O valor para execução da primeira etapa é de R$ 212.781.070,50, oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal. Cerca de 700 empregos diretos serão gerados.

“Hoje, quando essa cidade completa 469 anos, estamos iniciando esta obra. A cidade que precisou confiar em nosso trabalho, em nossa luta, para que tantas transformações ocorressem. Nosso governo, que tira do papel o BRT, faz o mesmo com o Hospital Municipal de Salvador. Aqueles que torciam e torcem contra, que queriam ver nossa capital de pires na mão, como uma mera assessoria do governo do estado, com o poço de autoritarismo deles, estão vendo todas as realizações e compromissos cumpridos”, afirmou o prefeito na solenidade.

Este primeiro trecho terá 2,9km de extensão e vai ligar o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) à região do Shopping da Bahia. O BRT terá capacidade de beneficiar 31 mil pessoas por hora, em horários de pico. Os veículos utilizados pelo sistema serão do tipo ônibus articulados com capacidade para 170 passageiros, portas largas e comprimento máximo de 23 metros, operando a uma velocidade comercial de 25 a 40 km/h. Os tempos de percurso serão significativamente reduzidos se comparados aos atuais níveis de operação.

As intervenções, que nos primeiros 60 dias não irão exigir mudanças no trânsito, ainda englobam a construção de três viadutos, sendo um no sentido Parque da Cidade/Lucaia, outro na direção Parque da Cidade/Iguatemi e mais um no Iguatemi, perto do viaduto Raul Seixas. No Cidadela e na região do Hiper, serão erguidos elevados paralelos para a implantação das estações em cada um desses locais.