Publicado em 12/11/2015 às 15h00.

Bahia contra Cunha

Grupos articulam protestos contra o deputado federal em cinco cidades baianas; em Salvador ato sai do Campo Grande, às 15h, nesta sexta-feira (13)

Redação
Reprodução Facebook Levante Popular da Juventude
Grupo estendeu faixa contra Cunha em protesto na semana passada. Reprodução Facebook Levante Popular da Juventude

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), será alvo de diversos protestos na Bahia nesta sexta-feira (13). Os atos são organizados pelo grupo Levante Popular da Juventude, que em sua fanpage no Facebook, tem agendado cinco protestos nos municípios de Cruz das Almas, Itabuna, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Salvador.

Na capital baiana, o  evento tem concentração agendada a partir das 15h, na Praça do Campo Grande, e até o momento, cerca de 700 pessoas confirmaram presença.

Cunha é alvo do movimento por ter sido denunciado pela Procuradoria Geral da República que o acusa de receber R$ 5 milhões em propinas do esquema de corrupção na Petrobrás, além de terem sido reveladas pelo Ministério Público da Suíça contas em seu nome no país europeu. Cunha ainda é tido pelo movimento como articulador de uma ofensiva conservadora, propondo projetos considerados machistas e homofóbicos. Exemplo disso, o projeto de lei que institui o Dia do Orgulho Hétero, e o que proíbe o Sistema Único de Saúde (SUS) de oferecer às mulheres vítimas de estupro a pílula do dia seguinte.

 

Notícias relacionadas