Publicado em 18/02/2020 às 18h40.

Bolsonaro garante permanência de Guedes ‘até último dia’

Presidente saiu em defesa de ministro e se referiu a declarações polêmicas como "possíveis deslizes"

Redação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Ministro da Economia, Paulo Guedes defendeu a alta do dólar nos últimos dias. Chegou a afimar que, com o cenário, as empregadas domésticas “estavam indo par a Disney, numa festa danada”. A declaração foi veementemente criticada por outras autoridades, famosos e anônimos.

Nesta terça-feira (18), contudo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), saiu em defesa de Guedes e garantiu a permanência do ministro até o final do governo.

“Se Paulo Guedes tem alguns problemas pontuais, como todos nós temos, e ele sofre ataques, é muito mais pela sua competência do que [por] possíveis pequenos deslizes. Eu já cometi muitos no passado”, afirmou, na solenidade de transmissão de cargo no novo ministro da Casa Civil.

O presidente disse ainda que Paulo “não pediu para sair”. “Aliás, eu tenho certeza que, assim como ele é um dos poucos que eu conheci antes das eleições, ele vai continuar conosco até o nosso último dia”.