Publicado em 11/07/2020 às 19h00.

Contraprova atesta que Geddel Vieira Lima não está com coronavírus

Informação foi divulgada neste sábado (11), pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (SEAP)

Arivaldo Silva
Imagem: Reprodução/Redes Sociais
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

 

O resultado da contraprova do ex-ministro Geddel Vieira Lima, 61 anos, atestou que ele não está com coronavírus. A informação foi divulgada pelo secretário Nestor Duarte, da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (Seap) na tarde deste sábado (11). Geddel havia testado positivo na última quarta-feira (8), após realizar o teste rápido.

Geddel está preso no Complexo Penitenciário de Salvador, no bairro da Mata Escura, desde dezembro do ano passado, quando foi transferido do Presídio da Papuda, em Brasília. No dia 26 de junho, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou, em julgamento realizado por sessão virtual, o pedido da defesa de Geddel Vieira Lima para a progressão de pena para a prisão domiciliar.

A defesa do ex-ministro usou como justificativa para o pedido, a pandemia de coronavírus. Relator do processo, Fachin solicitou, em maio, informações sobre as atuais condições e as medidas de controle da Covid-19 adotados no Complexo Penitenciário da Mata Escura, local em que Geddel cumpre pena.

A secretaria reiterou que Geddel está em cela individual, em bloco com capacidade para abrigar 16 internos, mas que possui nove. A Seap afirmou ainda que apenas um interno do complexo da Mata Escura havia sido diagnosticado com coronavírus, enquanto seis policiais penais, dois vigilantes e cinco funcionários do corpo administrativo estavam com a doença, porém, todos estavam afastados.

Mais notícias