Publicado em 12/12/2021 às 15h30.

Em visita ao Extremo Sul, Rui anuncia novas medidas para recuperação dos municípios

Ele acompanhou os danos causados aos municípios atingidos pelas fortes chuvas da última semana

Redação
extremosulrui
Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

O governador Rui Costa realizou, desde as primeiras horas da manhã deste domingo (12), uma série de visitas e sobrevoos às principais localidades atingidas pelas fortes chuvas da última semana no Extremo Sul da Bahia. Ele acompanhou os danos causados aos municípios e o trabalho da força-tarefa mobilizada pelo Governo do Estado, que segue atuando na região. Rui conversou com prefeitos, moradores e anunciou outras medidas para além das ações emergenciais em andamento.

Após pousar, ainda no início da manhã, no Aeroporto de Porto Seguro, o governador embarcou em um helicóptero. Ele estava acompanhado do senador Jaques Wagner e do secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti. Os primeiros sobrevoos foram no distrito de Nova Alegria, que pertence a Itamaraju, e sobre a sede de Jucuruçu. Logo após, Rui seguiu para Medeiros Neto onde, além de sobrevoar, caminhou pelas ruas da cidade para avaliar a situação.

“Vamos, a partir de agora, progressivamente, com a redução da água, iniciar a recuperação das cidades e a reconstrução de muitas casas para quem perdeu suas residências. Vamos atuar para minimizar os danos causados. Amanhã [segunda], vamos fazer uma grande reunião com órgãos e secretarias estaduais para deliberar novas ações”, explicou o governador quando já visitava o Posto de Comando Estadual da força-tarefa, em Itamaraju.

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Rui também agradeceu a todos que estão envolvidos no trabalho de socorro aos municípios. “Quero agradecer a todos os agentes do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil, da Polícia Militar e, especialmente, aos voluntários, muitos deles, inclusive, que não são servidores públicos. Há um sentimento forte de apoio e solidariedade e a população de toda a Bahia também tem ajudado muito fazendo doações”, completou.

Além do apoio para recuperação e reconstrução das cidades, o governador afirmou que deve anunciar, nos próximos dias, a abertura de linha de crédito para apoiar a recuperação de comerciantes dos municípios atingidos. “Vamos conversar com a Secretaria da Fazenda e ver qual o apoio que podemos dar para o comércio. Vou me reunir também com a Desenbahia para avaliar uma linha de crédito para essas cidades onde os comerciantes perderam tudo, para que eles possam recomeçar”.

Também acompanhando os trabalhos ao lado do governador, o senador Jaques Wagner avaliou os estragos e reforçou a necessidade de medidas do Governo Federal na recuperação das cidades.

“Foi um desastre em que as perdas foram muito grandes e, infelizmente, essas tragédias sempre acabam afetando mais as pessoas mais simples. Muita gente perdeu tudo que tinha. Vamos buscar rapidamente que sejam disponibilizadas verbas para socorrer essas pessoas. Espero que o Governo Federal também se manifeste, até porque é sua obrigação numa emergência como essa”, disse Wagner.

Após deixar o Posto de Comando em Itamaraju, Rui seguiu para um sobrevoo ao município de Prado, também atingido pelas chuvas, onde encerrou as visitas.

Recuperação de estradas

Ao lado do governador durante toda a manhã, o secretário Marcus Cavalcanti fez um balanço das ações que já foram e estão sendo executadas pela Seinfra para liberar estradas, pontes e acessos que foram danificados pelas enchentes.

“Nossas equipes já estão trabalhando desde o início do período de chuvas. Dos três pontos de interrupção na estrada que liga a BR 101 a Jucuruçu, nós já liberamos dois, e o terceiro deve ser liberado até o início da noite deste domingo [12]. No município de Prado, também já estamos trabalhando para recuperar o acesso da ponte, com o aterro que cedeu, e lá também a previsão é concluirmos ainda neste domingo [12]. Logo depois, começamos o trabalho para recuperar as três interrupções que temos na estrada entre Itamaraju e Prado. A estrada entre Alcobaça e Teixeira de Freitas já liberamos o tráfego e vamos também, junto com o governador, definir outras formas de apoio na recuperação da infraestrutura desses municípios”, detalhou Cavalcanti.

Defesa Civil

Os dados levantados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) junto aos municípios mostram que as chuvas afetaram diretamente a vida de 69.198 pessoas. Houve registro de cinco mortos e 175 feridos. Há 6.472 desalojados e 3.744 desabrigados.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.