Publicado em 29/10/2020 às 14h23.

Estado vai buscar incentivos para ampliar uso de ônibus elétricos

Governador Rui Costa participou da viagem-teste dos novos veículos que circularão no Subúrbio Ferroviário de Salvador

Redação
Foto: Fernando Vivas/GOVBA
Foto: Fernando Vivas/GOVBA

 

O governo estadual planeja viabilizar incentivos fiscais para que ônibus elétricos no transporte metropolitano e intermunicipal. A ideia foi apresentada nesta quinta-feira (29), pelo governador Rui Costa, que participou da viagem teste dos veículos 100% elétricos que circularão no Subúrbio Ferroviário. A estreia do modal aconteceu no trajeto entre a Estação Pirajá e a Estação Ferroviária de Paripe.

“Ao mesmo tempo, iremos intensificar os contatos com empresários e empresas fornecedoras para tentar conseguir redução de preços e poder viabilizar essa substituição o mais rápido possível”, concluiu Rui Costa. No subúrbio, os novos ônibus começam a circular na próxima terça-feira (3), com valor da tarifa de R$ 4.10 e integração com o sistema metroviário.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, “já estão sendo feitos estudos práticos e operacionais para a inclusão de ônibus mais modernos nas estações dos ônibus metropolitanos”. Esta semana, está sendo testado um modelo de ônibus a gás no Litoral Norte, entre Lauro de Freitas, Estação Aeroporto e Praia do Forte.

Em Salvador, o modal 100% elétrico vai substituir os trens do Subúrbio. Serão 172 mil passageiros transportados por dia. Os novos veículos farão o transporte da população no Subúrbio Ferroviário durante o período de obras do VLT, no trajeto Mapele/Ilha Amarela/Estação Pirajá. Os ônibus elétricos têm capacidade para 71 passageiros, sendo 33 pessoas sentadas e 41 em pé.

“Com a introdução desse ônibus moderno, estamos cuidando, em primeiro lugar, da saúde das pessoas, além de oferecer mais conforto aos motoristas, cobradores e passageiros, e também cuidar do meio ambiente. É um modelo silencioso, sem aquele barulho e o calor do motor convencional a diesel, e sem marcha, o que diminui os problemas causados pelo esforço repetitivo do braço, muitas vezes enfrentados pelos motoristas”, destacou o governador.

A BYD, fornecedora dos ônibus elétricos que entrarão em operação em Salvador, integra a Metrogreen Skyrail Concessionária da Bahia S.A. (Skyrail Bahia), Sociedade de Propósito Específico (SPE) estabelecida por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) que será responsável pela construção e operação do VLT do Subúrbio.