Publicado em 26/10/2020 às 11h00.

Governador diz que volta às aulas começará pelo nível superior

Instituições terão auntonomia para seguir e definir seu cronograma de retorno, segundo Rui

Eduardo Dias / Matheus Morais
Foto: Fernando Vivas/Gov-BA
Foto: Fernando Vivas/Gov-BA

 

O retorno das atividades escolares na Bahia está próximo, segundo o governador Rui Costa (PT), que afirmou na manhã desta segunda-feira (26) que o protocolo será iniciado de forma escalonada, iniciando com a liberação das universidades. Rui disse que vai autorizar as aulas presenciais por pelo menos duas semanas para “ver o comportamento”, e só depois irá analisar os demais níveis da educação, como médio e fundamental.

“Ainda não temos novidade, estamos avaliando. Tivemos uma reunião e essa semana ainda a gente deve tomar alguma posição. Devemos fazer, como eu já disse antes, o processo de forma escalonada. Inicialmente, nós pretendemos liberar para funcionar o nível superior. Ou seja, as universidades e deixar rodar por uma ou duas semanas para ver o comportamento. Depois, vamos gradualmente liberando”, disse, em coletiva após visita às obras do tramo 3, da Linha 1 do metrô, próximo ao viaduto de Campinas de Pirajá..

O governador, no entanto, disse que o protocolo de retorno não deve ser encarado pelas universidades como uma determinação e que cada uma deve seguir e definir seu cronograma de retorno.

“Quando digo isso, estou dizendo que vão voltar, necessariamente, mas cada universidade, cada faculdade define o seu programa e tem autonomia para definir a sua volta. O que não significa que é uma determinação para retornar. Apenas do ponto de vista sanitário e de saúde estaria liberado para retornar. Nós avançamos para esse conceito de liberar por grupos. E o primeiro a ser liberado deve ser o grupo das universidade”, explicou o governador.