Publicado em 21/10/2019 às 19h20.

Governo envia aeronaves para combate a incêndio na Chapada Diamantina

Matas de municípios baianos, como Livramento de Nossa Senhora e Rio de Contas, estão em chamas; bombeiros atuam desde o último sábado (18)

Redação
Brigadistas combatem o incêndio na Chapada Diamantina (Mateus Pereira/GOVBA)
Brigadistas combatem o incêndio na Chapada Diamantina (Mateus Pereira/GOVBA)

 

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) foram desde o último sábado (18) ao interior do estado para combater os incêndios florestais na Chapada Diamantina.

Com ações estratégicas, o Programa Bahia Sem Fogo, do Governo do Estado, empregou 28 florestais, bombeiros militares especialistas em Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais.

Uma equipe atua em Livramento de Nossa Senhora, próximo à cachoeira do Rio Brumado, região conhecida como Véu de Noiva, que é de difícil acesso. Outra equipe foi deslocada para Rio de Contas, onde foram identificados grandes focos distantes entre si que.

A região conhecida como Serra da Cravada, entre os municípios de Iraquara, Palmeiras e Lençóis também recebeu uma equipe do projeto.

Nesta segunda-feira (21), pro meio do programa, foram disponibilizadas duas aeronaves Air Tractor para dar suporte no combate e auxiliar na definição de estratégias de combate terrestre, com maior eficiência. Ainda não há informações sobre as causas do incêndio e o tamanho da área atingida.

Extinto incêndio florestal em Palmeiras – Após monitoramento, brigadistas militares informaram que foi debelado o incêndio florestal nas Gerais do Campo São João, no município de Palmeiras, também na Chapada Diamantina. Oito bombeiros militares especializados em incêndios florestais e voluntários atuaram no combate ao fogo.

Bahia Sem Fogo – As ações de prevenção e combate aos incêndios florestais na Bahia se tornaram mais efetivas a partir de 2010, com a criação do Bahia Sem Fogo, que é coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e integra e coordena o Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais da Bahia, formado por representantes de secretarias estaduais, instituições municipais e federais.

Entre eles estão Inema; Casa Militar do Governador; Segurança Pública (SSP); Saúde (Sesab); Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS); Educação; Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri); Turismo (Setur); a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (SUDEC); e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA).

O Bahia Sem Fogo atua na prevenção às queimadas, promovendo cursos para formação de peritos, treinamento de brigadistas, reuniões e oficinas com as comunidades rurais, campanhas de prevenção, sensibilização e educação ambiental e a organização de subcomitês.

PUBLICIDADE

Mais notícias