Publicado em 04/08/2020 às 22h46.

Jorge Portugal, quando chegar meu tempo, quero te encontrar no universo cósmico, amigo…

Texto de Edival Passos

Redação
Foto: Lucas Rosário/Facebook
Foto: Lucas Rosário/Facebook

 

Quando a gente perde um amigo na Terra para o universo cósmico, a sensação que me dá é que ele está retornando à origem de onde viemos enquanto partículas cósmicas, e um dia, talvez, não tenho certeza, mas quem sabe possa encontra-lo de novo, também, de onde eu vim. Acho, só acho, não tenho certeza, que, quem sabe, um dia desses eu possa encontrar de novo com ele, Jorge Portugal. Se uma verdade absoluta possa existir, acredito que essa possa ser a única – a nossa finitude física no Planeta Terra.

Estou sentido, impactado, chorei um pouco, sim, ninguém é de ferro quando perde um amigo como Jorge Portugal. E me emocionei sim, principalmente porque, agora que retornei a pedalar depois de muito tempo, estou com uma bicicleta nova e na semana passada passou pela minha cabeça fazer uma visita a ele e a Rita Vieira, de surpresa, com todos os cuidados, porque moramos muito perto, a uns 2 km de distância.

Jorge deixará uma grande lacuna dentro da gente. Aí só o tempo vai nos consolando, mediando nosso cotidiano com tristeza e melancolia durante algum tempo. Depois avançaremos para o estágio da saudade, que é um estágio melhor, pois vai nos permitindo lembrar dos bons momentos de convivência com o amigo e aí a saudade quando baixar na gente já vai ser num momento em que ela nos proporcionará alegria e felicidade de lembrar dele. E, quando o amigo é daquele tipo extrovertido, criativo, inventivo, protagonista, encantador, bom pai e bom companheiro pra sua mulher, o baque é muito grande sim, nos primeiros momentos, mas, depois, com o tempo, ao lembrarmos dele a gente vai chorar de alegria e não mais de tristeza.

Agora, é a comoção, sim, Jorge Portugal, por ter nos deixado precocemente, principalmente pra Rita Vieira, sua esposa, pra Bárbara Bela, Thiago Dantas e Caetano Ignácio, seus filhos. Mais tarde, Jorge Portugal, o tempo, que é uma variável fundamental pra tudo nas nossas vidas, vai se incumbido de nos convencer que não tem mesmo outro jeito, a não ser o de vivermos e convivermos de agora em diante com nós outros aqui na Terra, sua família e seus/suas amigos/amigas, sem a sua presença física entre nós.

Jorge Portugal, meu amigo, tu foste em matéria, mas teu legado imaterial ficou entre nós. E que legado, Jorge! Vai ser necessário muito tempo pra tua família e teus amigos inventariarem a imensidão de tua obra imaterial. Tua obra-legado intelectual, teus gestos de humildade, sinceridade, generosidade, solidariedade e de incrível capacidade criativa, protagonista e inovadora sempre, vai continuar sendo fonte de aprendizagem para tua família, teus amigos, teus alunos e ex-alunos, os intérpretes de tuas canções e para todo o povo brasileiro, começando por Santo Amaro da Purificação, Salvador que te acolheu ainda quando jovem e por todos os cantos da Bahia, amigo Jorge Portugal.

Pensando em ti como professor/educador, compositor, comunicador e que sempre pensou e militou na política ao seu modo e pautado/amparado por valores humanistas, democráticos, libertários, solidários e igualitários, finalizo minha homenagem ao ser humano Jorge Portugal comparando-o a pensadores que marcaram e continuam marcando a história da humanidade, pelo que fizeram e pelo legado que deixaram.

E, mais que isso. Se os pensadores que elenquei a seguir, tiverem voltado mesmo para a origem de onde nós manos humanos viemos, o universo cósmico, então, pelo que te conheço, Jorge Portugal, tu vás convidar a todos para um colóquio, em que a pauta será a atualidade e validade de alguns dos seus pensamentos aqui no planeta Terra, século XXI, em plena convulsão pandêmica da Covid-19 que já levou a óbito até as 12 h de hoje, 654.592 seres humanos, com 16.669.241 caso confirmados. No Brasil, até 19:33 h de ontem, 03/08/2020, ocupando lamentavelmente o 2º lugar no planeta terra, já levou a óbito 94.665 brasileiros(as), com 2.750.318 casos confirmados.

Assim, as pautas dos Colóquios que JORGE PORTUGAL terá, serão as seguintes:

JORGE PORTUGAL com JEAN PIAGET (1896 – 1980) foi um biólogo, psicólogo e epistemólogo suíço. O ideal da educação não é aprender ao máximo, maximizar os resultados, mas é antes de tudo aprender a aprender, é aprender a se desenvolver e aprender a continuar a se desenvolver depois da escola.

Jean Piaget

O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas.

Jean Piaget

O principal objetivo da educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que outras gerações fizeram.

Jean Piaget

O conhecimento não é predeterminado pela hereditariedade; não é predeterminado nas coisas que nos rodeiam – em conhecer as coisas ao seu redor, o sujeito sempre acrescenta algo a elas.

Jean Piaget

A inteligência é o que você usa quando não sabe o que fazer.

Jean Piaget

Quando alguém se interessa pelo que faz, é capaz de empreender esforços até o limite de sua resistência física.

Jean Piaget

JORGE PORTUGAL com PAULO FREIRE (1921-1997), célebre educador brasileiro.

Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.

Paulo Freire

Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção.

Paulo Freire

Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo.

Paulo Freire

O professor é, naturalmente, um artista, mas ser um artista não significa que ele ou ela consiga formar o perfil, possa moldar os alunos. O que um educador faz no ensino é tornar possível que os estudantes se tornem eles mesmos.

Paulo Freire

As terríveis consequências do pensamento negativo são percebidas muito tarde.

Paulo Freire

Ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário.

Paulo Freire

A liberdade é adquirida pela conquista, não pelo presente. Deve ser perseguida constante e responsavelmente.

Paulo Freire

A educação faz sentido porque as mulheres e homens aprendem que através da aprendizagem podem fazerem-se e refazerem-se, porque mulheres e homens são capazes de assumirem a responsabilidade sobre si mesmos como seres capazes de conhecerem.

Paulo Freire

Líderes que não agem através do diálogo, mas insistem em impor suas decisões, não organizam as pessoas – elas as manipulam. Eles não liberam, nem são liberados: eles oprimem.

Paulo Freire

O amor é uma intercomunicação íntima de duas consciências que se respeitam. Cada um tem o outro como sujeito de seu amor. Não se trata de apropriar-se do outro.

Paulo Freire

Desrespeitando os fracos, enganando os incautos, ofendendo a vida, explorando os outros, discriminando o índio, o negro, a mulher, não estarei ajudando meus filhos a ser sérios, justos e amorosos da vida e dos outros.

Paulo Freire

Enquanto eu luto, sou movido pela esperança; e se eu lutar com esperança, posso esperar.

Paulo Freire

JORGE PORTUGAL com JEAN-PAUL SARTRE (1905 – 1980) filósofo, escritor e crítico francês

O homem tem de se inventar todos os dias.

Jean-Paul Sartre

Um homem não pode ser mais homem do que os outros, porque a liberdade é semelhantemente infinita em cada um.

Jean-Paul Sartre

Detesto as vítimas quando elas respeitam os seus carrascos.

Jean-Paul Sartre

JORGE PORTUGAL com ALBERT EINSTEIN (1879 – 1955) físico teórico alemão.

A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na sua capacidade de lidar com eles.

Albert Einstein

Para Einstein, a imaginação é uma arma poderosa para resolver problemas, sendo mais importante ainda do que o conhecimento.

A imaginação é mais importante que o conhecimento. Conhecimento auxilia por fora, mas só o amor socorre por dentro. Conhecimento vem, mas a sabedoria tarda.

Albert Einstein

JORGE PORTUGAL com FRIEDRICH NIETZCHE (1844 —1900) foi um filósofo, filólogo, crítico cultural, poeta e compositor prussiano do século XIX, nascido na atual Alemanha. Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.

Friedrich Nietzsche

Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos.

Friedrich Nietzsche

O homem chega à sua maturidade quando encara a vida com a mesma seriedade que uma criança encara uma brincadeira.

Friedrich Nietzsche

JORGE PORTUGAL com KARL MARX (1818 —1883) foi um filósofo, sociólogo, historiador, economista, jornalista e revolucionário socialista. Nascido na Prússia.

Cerque-se de pessoas que te fazem feliz. Pessoas que te fazem rir, que te ajudam quando você está precisando. Pessoas que realmente se importam. Eles são os que valem a pena manter em sua vida. Todo mundo está apenas passando.

Karl Marx

Qualquer um que saiba alguma coisa da história sabe que grandes mudanças sociais são impossíveis sem o fermento feminino.

Karl Marx

O povo que subjuga outro, forja suas próprias cadeias.

Karl Marx

A desvalorização do mundo humano aumenta em proporção direta com a valorização do mundo das coisas.

Karl Marx

JORGE PORTUGAL com ADAM SMITH (1723 —1790) filósofo e economista britânico nascido na Escócia. É injusto que toda a sociedade contribua para custear uma despesa cujo benefício vai a apenas uma parte dessa sociedade.”

Adam Smith

“O grande segredo da educação consiste em orientar a vaidade para os objetivos certos.”

Adam Smith

“Não é pelo dinheiro em si que os homens o desejam; é pelo que podem comprar com ele.”

Adam Smith

“A humanidade é virtude da mulher; a generosidade é virtude do homem.”

Adam Smith

Depois de todos os colóquios acima, o último a ser realizado será com Eugen Bertholt Friedrich Brecht – BERTHOLT BRECHT, que foi um destacado dramaturgo, poeta e encenador alemão do século XX.

Sabe qual será a reação de BERTHOLT BRECHT?

BRECHT dirá: Grande Jorge Portugal, seja bem-vindo companheiro. Olha, não tenho dúvidas de que você atualizou os meus pensamentos e com certeza produziu novos conhecimentos que possam, como era meu desejo, contribuir para uma civilização planetária com mais protagonismo humano, porém calcada em valores humanos-positivos da fraternidade, da solidariedade, da igualdade e da democracia, para incluirmos em uma patamar mínimo de dignidade e imaterial bilhões de nossos manos humanos que sofrem muito lá no planeta Terra por falta de oportunidades e discriminações seculares.

Assim, Jorge Portugal, pelo que fizestes lá em baixo no planeta Terra te reconheço como um ser humano nessa dimensão:

“HÁ HOMENS QUE LUTAM UM DIA E SÃO BONS, HÁ OUTROS QUE LUTAM UM ANO E SÃO MELHORES, HÁ OS QUE LUTAM MUITOS ANOS E SÃO MUITOS BONS. MAS HÁ OS QUE LUTAM TODA A VIDA E ESTES SÃO IMPRESCINDÍVEIS”.

TU ÉS UM DESSES HOMENS, JORGE PORTUGAL !!!

BERTHOLT BRECHT

Edival Passos é economista humanista

 

Mais notícias