Publicado em 13/02/2020 às 16h01.

Maurício Barbosa evita rebater Sergio Moro e volta a falar de operação da PM-BA

Nesta semana, Moro afirmou que a polícia baiana era quem deveria explicar a operação

Breno Cunha / Estela Marques
Foto: Estela Marques / Bahia.ba
Foto: Estela Marques / Bahia.ba

 

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, voltou a comentar a operação da Polícia Militar baiana que resultou na morte do miliciano Adriano da Nóbrega, no último domingo, em Esplanada.

Maurício concordou com o ministro da Justiça, Sergio Moro, que afirmou que a polícia baiana era quem deveria explicar a operação.

“Faz parte do trabalho da gente. Alvo de uma importância como era, isso é inevitável [holofotes sobre a polícia baiana]. Estamos aqui pra apresentar todos os fatos. O ministro falou certo. Compete a gente apresentar as provas. Não cabe a ele emitir nenhum tipo de opinião antes que a polícia apresente tudo aquilo que ela vem falando”, pontuou o secretário.

“Quem ofereceu a resistência não foi a polícia”, falou, justificando a morte do miliciano, durante a operação. “Estamos colaborando com a polícia no Rio de Janeiro, entregando todas as provas arrecadadas com Adriano para que seja dada a continuidade dos crimes praticados por ele”, acrescentou Maurício Barbosa..