Publicado em 19/08/2022 às 18h31.

MEC empossa novo reitor da Ufba sem rito habitual

Professor Paulo Miguez foi eleito pela comunidade universitária

Redação
Foto: Lia Sfoggia/Ufba
Foto: Lia Sfoggia/Ufba

 

O Ministério da Educação (MEC) empossou na quinta-feira (18) o professor Paulo César Miguez de Oliveira, como reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba). O professor Miguez foi eleito pela comunidade universitária. Vice-reitor ao longo dos últimos oito anos, na gestão do reitor João Carlos Salles, de 2014 a 2022, Miguez assume formalmente o mandato de 4 anos iniciado no último dia 15 de agosto.

O termo de posse foi enviado para assinatura do novo reitor por meio eletrônico, fato que foi lamentado pela Ufba. “Surpreendida diante da não realização, pelo MEC, de um ato de posse, em formato presencial ou virtual, a Ufba lamenta a ausência desse rito, por entender ser este um importante gesto simbólico de reconhecimento, pelo Estado, da importância da Universidade Pública” pontua a universidade em nota.

De acordo com a instituição, a nomeação e posse do professor Miguez representam uma grande vitória da comunidade, que fez respeitar sua vontade na escolha do dirigente máximo da instituição. “Vitória também da resistência da Universidade Pública brasileira em um cenário de múltiplos ataques, dado que, nos últimos anos, mais de 20 universidades e institutos federais lamentavelmente não tiveram nomeados os indicados em primeiro lugar por suas listas tríplices”, disse em nota.

O professor Miguez foi o mais votado pela comunidade universitária, tanto no Colégio Eleitoral, com 54 votos, quanto na consulta informal à comunidade realizada pelas entidades das três categorias, com mais de 10 mil votos.

A cerimônia de posse do novo reitor no Salão Nobre da Reitoria ainda não tem data prevista para acontecer, mas a Ufba sinaliza que ocorrerá em breve.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.