Publicado em 23/09/2021 às 09h13.

PF cumpre mandados de busca e apreensão contra fraudes ao INSS

Suspeitos não foram encontrados em casa

Redação
Foto: Divulgação, Ascom/Polícia Federal
Foto: Divulgação, Ascom/Polícia Federal

 

A Polícia Federal, em conjunto com a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) do Ministério do Trabalho e da Previdência, cumpre, nesta quinta-feira (23), dois mandados de busca e apreensão, nas cidades de Camaçari e Dias D’Ávila, com o objetivo de combater fraudes ao INSS.

No entanto, de acordo com informações da PF, os alvos não foram encontrados em casa e foi apreendida apenas uma pistola.

A ação é continuidade das investigações que levaram às prisões de duas pessoas em flagrante, no último mês de junho, no interior de uma agência bancária localizada em Salvador. Na ocasião, a PF impediu um saque fraudulento de cerca de R$ 30 mil.

Ainda segundo informações da Polícia Federal, as investigações apontam que os fraudadores são especializados em criação de segurados fictícios, mediante documentação falsa, e posteriormente arregimentação de idosos para funcionarem como dublês.

Os envolvidos estão sendo procurados pela PF. Eles poderão responder por associação criminosa, estelionato previdenciário, falsificação de documento público e uso de documento falso. Se somadas, as penas podem atingir mais de 25 anos de prisão.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.