Publicado em 29/01/2016 às 14h40.

Professores suspendem aulas práticas dos cursos de saúde da Uneb

Paralisação é por tempo indeterminado e foi motivada pela suspensão do pagamento do adicional de insalubridade da categoria

Redação
Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Foto: Ibsen Santos/GOVBA
Universidade do Estado da Bahia (UNEB).
Foto: Ibsen Santos/GOVBA

 

Os professores do Departamento de Ciências da Vida, do Campus da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Salvador, suspenderam suas atividades por tempo indeterminado, desde a quinta-feira (28). A paralisação afeta as aulas práticas dos cursos da área de saúde da instituição. Conforme comunicado, o motivo é a suspensão do pagamento do adicional de insalubridade.

Segundo a Associação de Docentes da Uneb (Aduneb), a mobilização atinge os atendimentos de clínicas e laboratórios, atividades de extensão à comunidade, além de pesquisas com animais e reagentes químicos. A Aduneb justifica que a categoria pede o pagamento do adicional de insalubridade, suspenso desde novembro de 2015 para professores e servidores técnicos. Uma comissão com representantes da entidade e professores foi formada para pedir à reitoria da Uneb a reimplantação do adicional.

O grupo se reunirá na próxima segunda-feira (1º), na sede da reitoria da instituição. No mesmo dia, a partir das 14h, professores do departamento de ciências farão uma aula pública, como atividade de mobilização, no teatro do campus de Salvador.

PUBLICIDADE