Publicado em 16/01/2016 às 18h50.

Siamesas de Itamaraju seguem internadas em estado gravíssimo

Júlia e Fernanda Neves respiram com o auxílio de aparelhos e não têm previsão de alta

Redação
Foto: Divulgação/ HMI
Foto: Divulgação/ HMI

 

As gêmeas siamesas da cidade de Itamaraju, no extremo sul baiano, seguem internadas em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Materno Infantil de Goiânia, onde foram submetidas a uma cirurgia de separação na última quarta-feira (13). De acordo com o boletim divulgado neste sábado (16) pelo centro médico, Júlia e Fernanda Neves respiram com o auxílio de aparelhos e não têm previsão de alta.

As bebês têm cinco meses e eram unidas pelo tórax e abdômen e compartilhavam o fígado e uma membrana do coração. Segundo a equipe liderada pelo cirurgião pediátrico Zacharias Calil, o procedimento foi bem sucedido e realizado em tempo recorde, sem intercorrências. Os pais Valdenir Neves e Lindalva Nascimento de Jesus estão hospedados em uma casa no interior de Goiás.

PUBLICIDADE