Publicado em 10/11/2015 às 10h22.

SSP contesta pesquisa que aponta Simões Filho como mais violenta

Segundo o órgão, é um "ranking desleal" pela contagem equivocada

João Brandão

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia contestou a pesquisa Mapa da Violência 2015 que aponta a cidade de Simões Filho como a mais violenta dentre 250 cidades do Brasil. De acordo com o órgão, “a pesquisa tem uma metodologia que não permite uma contagem fiel”. Segundo a assessoria da Secretaria, “a contagem de homicidios da Bahia é diferente da de São Paulo”, por exemplo. Na capital paulista, os delitos que não têm uma definição, são chamamos de “crimes a esclarecer” e não homicidio. Por isso, segundo a SSP-BA, fica “um ranking desleal”.

PUBLICIDADE