Publicado em 21/01/2016 às 22h00.

Vereador de Capim Grosso é preso por atuar como dentista

Apesar de se intitular como Dentista, Vereador não possui a licença do conselho de odontologia e foi preso em flagrante pela prática

Fernando Valverde
Consultório onde o Vereador foi Preso (Divulgação / PM-BA)
Consultório onde o Vereador foi Preso (Divulgação / PM-BA)

Um vereador da cidade de Capim Grosso, cerca de 270km de Salvador, foi preso em flagrante  pela Polícia Militar e por membros da equipe de fiscalização do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), na tarde desta quarta-feira (21). Wanderley Araújo de Queiroz, ou Vanderley Dentista (PSD) como era ironicamente conhecido, foi preso por exercício ilegal da profissão, podendo pegar de seis meses a dois anos de prisão.

No local, foram apreendidas provas que indicam a execução de extrações dentárias recentes, gazes com sangue e luvas de procedimento cirúrgico recém utilizadas. Segundo relatos, o vereador encontrava-se no local na hora da batida e tentou fugir pulando a janela do prédio, mas acabou sendo capturado pelos policiais e conduzido a delegacia do município.

Vanderley Dentista, se elegeu vereador de Capim Grosso com 619 votos e tinha como uma das promessas de campanha, o tratamento odontológico gratuito para a população. O vereador atuava como dentista ilegalmente já que possuía apenas a licença de protético. O vereador é reincidente do crime.

 

 

Mais notícias