Publicado em 09/07/2020 às 13h55.

Vítimas de violência sexual podem buscar atendimento no Hospital da Mulher

Serviço segue em funcionamento, apesar da pandemia do novo coronavírus; primeiro atendimento precisa ser presencial

Redação
Foto: Paula Fróes/ GOVBA
Foto: Paula Fróes/ GOVBA

O Serviço de Atendimento às Mulheres que foram Expostas à Violência Sexual (AME) segue em funcionamento no Hospital da Mulher, no Largo de Roma, em Salvador. A unidade funciona 24 horas ao dia, apesar da pandemia do novo coronavírus.

Além do atendimento presencial, a AME estabeleceu canais de acompanhamento à distância, após o primeiro atendimento, que precisa ser presencial. No entanto, a coordenadora do Serviço de Psicologia do hospital, Mariana Britto, o número de registros de novos casos têm diminuído.

“Mas a gente também sabe que a violência não diminuiu e a gente continua funcionando do mesmo jeito. É importante que a mulher venha procurar ajuda. Às vezes, elas ficam com receio de vir ao hospital, devido ao coronavírus, mas a gente tem tomado todos os cuidados”, afirmou.

O serviço de atendimento a vítimas de violência sexual foi inaugurado em 2017 e recebe mulheres e adolescentes de todo o estado. A unidade conta com duas assistentes sociais, duas psicólogas, médicos ginecologista e infectologista, enfermeiras, técnicas de enfermagem e farmacêuticas. O AME funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

Mais notícias