Publicado em 11/07/2022 às 08h55.

Anestesista é preso em flagrante por estuprar paciente durante cesárea no RJ

Funcionários desconfiaram de atitudes suspeitas e gravaram abuso sexual cometido pelo médico

Redação
Foto: Reprodução / TV Globo
Foto: Reprodução / TV Globo

 

Um médico anestesista foi preso em flagrante, nesta segunda-feira (11), por estuprar uma paciente que estava dopada e passava por um parto cesárea no Hospital da Mulher, em São João Meriti, no Rio de Janeiro.

De acordo com informações do G1, o médico foi detido após funcionários da unidade de saúde desconfiarem de atitudes suspeitas e resolverem filmar o parto, em busca de provas. Nas imagens registradas e entregues à polícia, o médico aparece colocando as genitais na boca da parturiente.

A prisão foi realizada pela delegada Bárbara Lomba, da Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti. Após o incidente, a Polícia Civil vai investigar se existem outras vítimas do anestesista.

Segundo o site, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu, nesta segunda-feira (11), um processo para expulsar o profissional.

Por meio de nota, a Fundação Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde, a que o Hospital da Mulher está subordinado, repudiaram a conduta do médico. “Informamos que será aberta uma sindicância interna para tomar as medidas administrativas, além de notificação ao Cremerj. A equipe do Hospital da Mulher está prestando todo apoio à vítima e à sua família”, diz o comunicado. “Esse comportamento, além de merecer nosso repúdio, constitui-se em crime, que deve ser punido de acordo com a legislação em vigor”, pontua.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.