Publicado em 17/09/2020 às 09h03.

Comissão vota nesta quinta relatório sobre impeachment de Witzel

Alerj deve analisar proposta favorável e processo contra o governador afastado pode avançar

Redação
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

 

Uma comissão especial foi formada na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para analisar o pedido de impeachment do agora governador afastado, Wilson Witzel (PSC). E em votação nesta quinta-feira (17), o relatório favorável ao andamento do processo pode avançar. Mas, para que o texto seja aprovado, serão necessários 13 votos, ou seja, maioria simples da comissão. Se aprovado, o relatório seguirá para os 70 deputados apreciarem já na próxima semana.

Para que o impeachment seja aprovado no plenário, são necessários 47 votos. Neste caso, será formada então uma comissão mista composta por parlamentares e desembargadores para analisar a cassação do mandato.

O governador é acusado de praticar atos de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As primeiras suspeitas começaram na Saúde durante a pandemia da covid-19.