Publicado em 24/01/2020 às 19h40.

Gráfica identifica duas falhas em impressão das provas do Enem

Documento enviado pela empresa ao Inep indica que o sistema não processou os desvios identificados no ato da impressão

Redação
Foto: Reprodução/ Agência Brasil
Foto: Reprodução/ Agência Brasil

 

A gráfica Valid identificou duas falhas na impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em documento apresentado ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a gráfica admitiu casos de desvios na comparação do sistema que não receberam o “tratamento sistêmico esperado”.

“Nas células de reprocesso, uma para cada dia de aplicação, os casos de desvios identificados são analisados e definido o tratamento correto, e estes passam por uma nova verificação redundante nesta fase do processo, e especificamente no segundo dia de aplicação, após sermos acionados pelo Inep, foi identificada uma instabilidade em um sensor específico de disparo de leituras dos cadernos de prova”, diz o documento apresentado pela gráfica.

De acordo com o G1, o Inep já prestou esclarecimentos à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público. O Inep abriu processo administrativo contra a gráfica.

Os erros na correção das provas do Enem atingiram cerca de 6 mil candidatos. Quem se sentiu prejudicado pode acionar na justiça o Ministério da Educação e o Inep.

PUBLICIDADE