Publicado em 09/10/2019 às 12h04.

Marinha e Petrobras acham ‘assinatura’ da Venezuela em manchas de petróleo

Conclusão já foi informada ao Ibama, órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente

Redação
Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

 

Investigações sigilosas da Marinha e da Petrobras encontraram petróleo com a mesma “assinatura” do óleo da Venezuela em manchas que se espalharam até agora por pelo menos 138 pontos do litoral dos nove estados do Nordeste. A informação é do jornal O Estado de São. Paulo.

Segundo a publicação, a conclusão já foi informada ao Ibama, órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente. Mas não é possível dizer que todo o vazamento que atinge praias tem a mesma origem. A Marinha e a Polícia Federal analisam amostras e não deram informações oficiais.

A reportagem do Estado de S. Paulo diz ter questionado a Petrobras sobre a possível presença de óleo da Venezuela nas instalações da refinaria Abreu e Lima, estrutura que, em princípio, seria construída com a parceria da estatal PDVSA. A Petrobras informou que nunca processou material de tal origem.

Por meio de nota, a estatal declarou que a análise realizada pela empresa em amostras de petróleo cru encontrado em praias do Nordeste “atestou, por meio da observação de moléculas específicas, que a família de compostos orgânicos do material encontrada não é compatível com a dos óleos produzidos e comercializados pela companhia”. Os testes foram realizados nos laboratórios do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), no Rio.

PUBLICIDADE