Publicado em 25/05/2020 às 11h00.

MP e polícia fazem operação em Niterói contra fraudes de R$ 1,6 milhão na educação

Dentre as irregularidades estão sendo investigados contratos irregulares para a compra de álcool em gel e sabonete líquido

Redação
Foto: Reprodução/ Youtube
Foto: Reprodução/ Youtube

 

O Ministério Público (MPRJ) e a Polícia Civil do Rio de Janeiro cumprem nesta segunda-feira (25) mandados de busca e apreensão contra sete suspeitos de fraudes em contratações da Fundação Municipal de Educação de Niterói. Também estão sendo cumpridos mandados contra três empresas.

Segundo o MPRJ, as pessoas alvos da operação são investigadas por fraudes na compra de álcool em gel e sabonete líquido, aproveitando-se da situação de emergência decorrente da pandemia do novo coronavírus.

O valor da compra chegou a R$ 300 mil, de acordo com o MPRJ. Durante a investigação, constatou-se que houve a aquisição de 10 mil unidades dos produtos, mas a empresa que forneceria esses itens à fundação não realizou qualquer compra de produtos para fins de revenda ou de insumos para produzi-los.

A força-tarefa, no entanto, também investiga outros contratos irregulares de cerca de R$ 1,6 milhão entre o município e pessoas físicas e jurídicas apontadas no inquérito.

Diligência realizada no almoxarifado da fundação constatou que ali não havia registro de entrada de nenhuma mercadoria.

Além disso, a mesma empresa não teria autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comercializar álcool em gel.

(Com informações da Agência Brasil)