Publicado em 27/06/2016 às 18h00.

Novas tarifas de serviços postais valem a partir desta terça

Reajuste médio é de 10%, conforme portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações publicada no Diário Oficial da União

Redação
Correios (Foto Marcello Casal Jr./Agencia Brasil)
Correios (Foto Marcello Casal Jr./Agencia Brasil)

 

As tarifas dos serviços postais nacionais e internacionais dos Correios amanhecem mais caras nesta terça-feira (28). O reajuste médio é de 10%, conforme portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações publicada na edição desta segunda-feira (27) do Diário Oficial da União.

De acordo com a regulamentação, o primeiro porte da carta não comercial passa para R$ 1,15 (atualmente custa R$ 1,05). A tarifa do telegrama nacional redigido via internet aumenta de R$ 6,39 para R$ 7,07 por página. Já a Carta Social, serviço destinado aos beneficiários do programa Bolsa Família, não sofre reajuste e continua a custar R$ 0,01.

O Ministério da Fazenda havia anunciado o reajuste na semana passada. Esse realinhamento é anual e faz parte da política de recomposição dos custos repassados aos Correios, decorrentes do aumento nos valores de insumos como combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza e folha de pessoal. O segmento de encomendas e serviços de marketing direto ficam fora do reajuste.