Publicado em 09/08/2022 às 08h26.

Pesquisa aponta que brasileiros estão entre os que menos confiam nas Forças Armadas

No Brasil, apenas 30% da população acreditam nos militares; número só supera o registrado na Colômbia (29%), África do Sul (28%) e Coréia do Sul (25%)

Redação
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

A população brasileira é uma das que menos confia em suas Forças Armadas, em comparação com os cidadãos de outros países. A informação é da pesquisa “Confiabilidade Global”, do Instituto Ipsos realizada em 28 países e divulgada pela coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

Segundo este levantamento, somente 30% dos brasileiros acreditam nos militares. Com isso, o país empata com os poloneses, na 25ª posição do ranking, e só supera a percepção dos colombianos (29%), sul-africanos (28%) e sul-coreanos (25%).

De acordo com a publicação, a taxa registrada no Brasil este ano ficou 11 pontos percentuais abaixo da média global, que é de 41%. Comparado com o ano passado, quando 35% da população apontava confiança nas Forças Armadas, a credibilidade também caiu.

Ainda conforme a coluna, o levantamento Confiabilidade Global mediu a percepção de cidadãos sobre a confiança relacionada a algumas profissões. No Brasil, os políticos também são mal avaliados, já que 76% da população dizem não acreditar neles. Os ministros do governo e banqueiros também estão em categorias pouco confiáveis, figurando com 64% e 53% de desconfiança.

Por outro lado, há áreas que pontuaram bem na pesquisa. Para 64% dos brasileiros, por exemplo, os professores são confiáveis. Em seguida, aparecem os cientistas (61% de credibilidade) e os médicos (59%).

O levantamento online, consultou 21 mil adultos ao redor do mundo entre 27 de maio e 10 de junho, dos quais mil nasceram e residem no Brasil.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.