Publicado em 22/06/2022 às 08h47.

Procuradora é espancada por colega de trabalho dentro de prefeitura; assista

Na filmagem, realizada por outra funcionária, é possível observador socos e pontapés desferidos pelo agressor

Redação
Foto: Reprodução, TV Globo
Foto: Reprodução, TV Globo

 

A procuradora-geral do município de Registro, Gabriela Samadello, de 39 anos, foi espancada por um funcionário dentro da prefeitura, no interior de São Paulo. Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível acompanhar algumas agressões sofridas por Gabriela, que teve ferimentos na cabeça e em outras partes do corpo.

O agressor, Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, também é procurador de Registro, e trabalhava com Gabriela na Procuradoria há nove anos. Ele era subordinado a ela desde o início deste ano.

Ainda na filmagem, realizada por outra funcionária, é possível observador socos e pontapés desferidos pelo agressor.

O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (20), por volta das 16h50. O G1 apurou que a agressão teria sido motivada pela abertura de um processo administrativo contra o procurador por conta de sua postura no ambiente de trabalho. Um Boletim de Ocorrência sobre o caso foi registrado no 1º Distrito Policial (DP) do município.

Segundo consta o Boletim de Ocorrência, em determinado momento, Gabriela conseguiu ser retirada da frente do agressor. Assim que ouviram os gritos, dois funcionários do setor jurídico foram até o local e conseguiram controlar o procurador.

Ainda de acordo com o G1, Gabriela relatou à polícia que o colega Demétrius Macedo apresentava comportamento suspeito e que já havia sido grosseiro com outra funcionária do setor. Ela disse que cobrou providências, pois estava com medo de trabalhar no mesmo ambiente com ele.

Na segunda-feira (20), foi publicado em Diário Oficial a criação de uma comissão para apurar os fatos. Provavelmente, segundo ela, foi isso que desencadeou as agressões.

Veja vídeo:

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.