Publicado em 08/03/2017 às 06h33.

Violência atingiu quase 30% das mulheres no Brasil em 2016, diz estudo

A pesquisa mostra que, uma em cada três brasileiras com 16 anos ou mais, foi espancada, xingada, ameaçada, agarrada, perseguida, esfaqueada, empurrada ou chutada

Redação
Foto: Marcos Santos/ Fotos Públicas
Foto: Marcos Santos/ Fotos Públicas

 

Uma em cada três brasileiras com 16 anos ou mais foi espancada, xingada, ameaçada, agarrada, perseguida, esfaqueada, empurrada ou chutada nos últimos 12 meses, segundo levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo, por meio do instituto Datafolha.

A pesquisa “Visível e Invisível: a Vitimização de Mulheres no Brasil” entrevistou mulheres de todo o país e revelou: 29% delas afirmaram ter sofrido violência física, verbal ou psicológica no ano anterior.

De acordo com o levantamento, financiado pelo governo do Canadá e pelo Instituto Avon, a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o agressor era conhecido das vítimas em 61% dos casos relatados. As agressões ocorreram principalmente em casa (43%) e na rua (39%), mas também no trabalho (5%) e na balada (5%) e foram mais frequentes entre mulheres de 16 a 24 anos (45%).