Publicado em 20/11/2019 às 22h20.

América Movil diz que vai investir R$ 30 bilhões no Brasil

Grupo controla, no país, as empresas Claro, NET e Nextel

Redação
Foto: Carolina Antunes/PR
Foto: Carolina Antunes/PR

 

Em encontro realizado nesta quarta-feira (20) com o presidente Jair Bolsonaro, o presidente do conselho de administração do Grupo América Móvil, Carlos Slim Domit, anunciou que serão investidos R$ 30 bilhões no Brasil ao longo dos próximos três anos.

“Estivemos reunidos em Brasília com várias autoridades, várias pessoas, e concluímos essa visita com uma visita de cortesia ao presidente para anunciar nosso compromisso com o Brasil para os próximos anos. Projetamos um investimento de R$ 30 bilhões para os próximos três anos e seguiremos crescendo nos distintos serviços que temos”, disse o empresário a jornalistas, no Palácio do Planalto.

Segundo o empresário, os recursos serão aplicados principalmente na ampliação das redes e da infraestrutura necessária para o desenvolvimento de novos serviços e também soluções para armazenamento de dados em nuvens.

Slim Domit é filho do magnata mexicano das telecomunicações, Carlos Slim, considerado um dos homens mais ricos do mundo, segundo a revista Forbes. Na reunião com Bolsonaro, ele também reforçou o interesse do grupo em participar do leilão da faixa de frequência do 5G no Brasil. O governo federal ainda não definiu quando serão leiloadas as frequências, mas a expectativa é que ocorra no segundo semestre do ano que vem.

“Aqui iniciamos nossas redes em 3G, 4G e agora com 4.5G. Buscaremos estar aqui com muito interesse quando venham as bases para o 5G”, acrescentou Slim Domit. A operadora Claro, que pertence ao grupo, opera no país desde 2003.

PUBLICIDADE