Publicado em 11/10/2019 às 08h59.

Banco Central decreta liquidação de corretoras de câmbio de São Paulo e Salvador

Corretoras foram liquidadas por “graves violações às normas legais", segundo o BC

Redação
Foto: BC/ Divulgação
Foto: BC/ Divulgação

 

O Banco Central (BC) decretou nesta quinta-feira (10) a liquidação extrajudicial de duas corretas de câmbio, a Torre, que tem sede em São Paulo, e a JN-Maxi, de Salvador.

Em comunicado, o BC informou que as corretoras foram liquidadas por “graves violações às normas legais e regulamentares que disciplinam a atividade” das instituições.

As operações da Torre e da JN-Maxi representam, respectivamente, 0,0095% e 0,0068% do movimento do mercado primário de câmbio no Brasil, de acordo com o Banco Central. O período avaliado foi o de janeiro a setembro de 2019.

“Não estão ligadas a conglomerados bancários, tendo baixíssima relevância no SFN [Sistema Financeiro Nacional]”, diz o BC em nota.

PUBLICIDADE