Publicado em 07/05/2021 às 15h03.

Bike Salvador registra aumento de 141% em viagens em 2021

Adeptos às Laranjinhas cresceram 480% em abril, em comparação com o mesmo período em 2020

Redação
Foto: Jefferson Peixoto/Secom
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

 

As Laranjunhas, serviço do programa Bike Salvador, registoru, em dados recentes, aumento de 141% no número de viagens, comparando o primeiro trimestre de 2021 com o mesmo período em 2019. O sistema de bikes compartilhadas é promovido pela prefeitura, através do Movimento Salvador Vai de Bike, operado pela empresa Tembici, líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina e patrocinado pelo Itaú Unibanco

De acordo com a prfeitura, as laranjinhas vêm contribuindo desde 2013 com o trânsito da cidade e melhores condições de deslocamento das pessoas, levando a capital baiana para o caminho das cidades inteligentes. Em um comparativo de abril deste ano com o mesmo mês, em 2020, o projeto cresceu em número de adeptos à bike, aumentando em 480% o número de usuários, além do crescimento de 368% em números de viagens, comparando o mesmo período.

“A capital baiana possui mais de 300 km de infraestrutura de ciclomobilidade, a exemplo de ciclofaixas, ciclovias e ciclorrotas. O aumento de mais de 650% de ampliação no sistema, aliado ao trabalho de conscientização, educação e mobilização para introduzir a cultura da bicicleta à rotina da cidade, além das mudanças de hábitos durante a pandemia, são os principais propulsores na adesão ao uso das bikes na região”, comenta a gerente regional da Tembici, Nicole Barbieri.

“A gestão municipal nos últimos oito anos realmente mudou a cidade quando o assunto é mobilidade ciclística. Eram cerca de 20km de sistema cicloviário em 2013 e nenhuma empatia com o uso das bikes e o seu poder de transformação. Nessa nova realidade que temos hoje, com uma cidade que se acostumou com a rotina de ter ciclistas no cotidiano do trânsito, nossa pauta se volta agora para ampliar ainda mais essa convivência intermodal dando segurança e encorajando mais pessoas a usar, quando puder, esse meio de transporte que como sabemos tem um papel fundamental na formação de um lugar mais sustentável e responsável”, acrescenta o coordenador do MSVB e presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington.

Cuidados sanitários
Também em março deste ano, foi implantada uma nova funcionalidade no projeto: a liberação de todas as bicicletas por meio de QR Code. A inovação vai ao encontro dos novos hábitos de cuidados pessoais exigidos durante a pandemia, uma vez que o usuário não precisa digitar os códigos nas estações para destravar a bike. Basta aproximar o celular, evitando contato com o equipamento. A novidade já registra 54% dos desbloqueios por QR Code. A função está disponível nas plataformas Android e iOS.

Alinhado à Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda a bicicleta como principal modal de transporte neste período de pandemia, a Tembici reforçou a higienização de todas as bikes e estações.

Além da limpeza diária com álcool 70%, quando ainda estão no centro de operações da empresa todos os veículos são lavados com cloro diluído em água. Mesmo com a limpeza recorrente, a empresa solicita que os usuários também apliquem álcool em gel 70% nas mãos antes e depois de utilizar as bicicletas, além de fazer uso de máscara.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.