Publicado em 26/11/2020 às 21h00.

Bolsonaro acredita que Brasil deve terminar 2020 com mais empregos que em 2019

De acordo com Caged, país teve saldo positivo de criação de empregos pelo quarto mês consecutivo 

Redação
Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR

 

O presidente do Brasil Jair Bolsonaro acredita que este ano as ofertas de emprego serão maiores que em 2019. Nesta quinta-feira (26), em cerimônia no Palácio do Planalto, ele citou o saldo positivo de 394,9 mil empregos em outubro, após balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia.

“Desde julho, agosto e setembro, tivemos superávit, saldo positivo, no Caged. Agora, levando-se em conta outubro, o Caged nos deu um superávit de 400 mil novos empregos com carteira assinada. Se nós acreditarmos em projeções, vamos terminar o ano, no mês de dezembro, com mais gente empregada do que dezembro do ano passado. Isso atravessando uma pandemia”, disse.

Segundo informações da Agência Brasil, o balanço divulgado nesta quinta traz o saldo positivo pelo quarto mês seguido. Conforme o Caged, foram criadas 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos.