Publicado em 22/09/2020 às 13h23.

Bolsonaro oficializa saída de Rubem Novaes e nomeia André Brandão para presidência do BB

Indicado pelo ministro Paulo Guedes (Economia), ele havia sido nomeado no início do ano passado

Redação
André Brandão é o novo presidente do Banco do Brasil (Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado)
André Brandão é o novo presidente do Banco do Brasil (Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado)

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oficializou nesta terça-feira (22) a saída do economista Rubem Novaes da presidência do Banco do Brasil. A exoneração de Novaes foi publicada no Diário Oficial do União junto com a nomeação de André Brandão, ex-presidente do HSBC e que agora ficará no comando do banco estatal. A expectativa é que o novo presidente tome posse ainda hoje.

Novaes havia pedido demissão do cargo em julho. Indicado pelo ministro da Economia Paulo Guedes, ele foi nomeado no início do ano passado. A princípio, o economista atribuiu sua saída a uma necessidade de renovação do banco estatal “para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

No mês passado, porém, Novaes explicou melhor seu pedido de demissão em entrevista à CNN Brasil e deu uma versão diferente. Sem citar eventos e pessoas em específico, o agora ex-presidente do Banco do Brasil disse que estava deixando o cargo por “não se adaptar à cultura de privilégios, compadrio e corrupção de Brasília”.