Publicado em 23/09/2022 às 19h23.

Cesta básica fica mais barata em agosto

No entanto, inflação em 12 meses é de 25,9%

Redação
Foto: Prefeitura de Madre de Deus
Foto: Prefeitura de Madre de Deus

 

O índice de inflação da cesta básica teve queda de 1,88% no Brasil em agosto após pós subir 2,56% em julho, de acordo com estudo de professores do curso de economia da  Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

A baixa é a maior registrada em um ano pela pesquisa. A série histórica teve início em setembro de 2021.

Apesar da trégua, a cesta básica ainda acumulou alta de 25,9% em 12 meses até agosto -o avanço era de 30,01% até julho.

Isso significa uma alta de preços muito acima da inflação oficial do Brasil, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Até agosto, o indicador subiu 8,73%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O estudo da cesta básica tem como base os dados de inflação de 13 alimentos que compõem o IPCA. Nove recuaram em agosto.

As quedas foram registradas por tomate (-11,25%), batata-inglesa (-10,07%), óleo de soja (-5,56%), feijão-carioca (-5,39%), leite longa vida (-1,78%), açúcar cristal (-1,72%), contrafilé bovino (-1,29%), café (-0,50%) e arroz (-0,42%).

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.