Publicado em 13/07/2020 às 10h07.

Empresas do setor automotivo fecham fábricas na Argentina e migram para o Brasil

Na semana passada, Basf e Axalta anunciaram que deixariam o país argentino; agora foi a vez da Saint-Gobain Sekurity

Redação
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil

 

Três empresas do setor automotivo decidiram fechar suas fábricas na Argentina e migrara para o Brasil. As duas primeiras foram Basf e Axalta, cujo anúncio ocorreu na semana passada.

A mesma decisão foi tomada agora pela Saint-Gobain Sekurity, de origem francesa, que fechou um acordo de demissão para seus 150 funcionários. A planta, especializada na produção de vidros para para-brisa, será incorporada pela subsidiária brasileira.

Segundo informações da Veja, a debandada das empresas coloca em xeque a política industrial do atual presidente da Argentina, Alberto Fernandez.

A Saint-Gobain montou a fábrica em 2016 ao custo de 200 milhões de dólares, num acordo com o ex-ocupante da Casa Rosada, Mauricio Macri.