Publicado em 18/01/2021 às 21h20.

No primeiro dia da imunização, B3 sobe 0,74% e câmbio fecha estável

Feriado bancário nos Estados Unidos esfriou negócios com o dólar aqui no Brasil

Redação
Foto: Juan Mabromata/Getty Images
Foto: Juan Mabromata/Getty Images

 

No primeiro dia de sessão após o começo da vacinação contra a Covid-19 no Brasil, a bolsa de valores B3 teve crescimento modesto (0,74%), com o Ibovespa indo para 121.241 pontos. Fatores como o ambiente político, pelo lado negativo, e alguns papeis de destaque prevaleceram no pregão.

No câmbio, o dólar fechou próximo da estabilidade (alta de 0,02%), sendo cotado a R$ 5,3048. Sem negócios nos EUA, onde foi feriado, a sessão brasileira teve menos dinheiro movimentado e mais volatilidade. A divisa chegou a cair 1,27%, ficando em R$ 5,2363.

Na B3, a Weg (WEGE3) liderou os ganhos, com valorização de 6,4%. Os investidores se animaram com a notícia que o Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 2,3% em todo o ano passado ante 2019. Outros destaques foram os papeis do Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) e da Hapvida (HAPV3) que subiam 2,88% e 3,64%, respectivamente, no embalo do anúncio sobre a fusão entre as duas empresas. Fonte: CNN Brasil