Publicado em 14/10/2019 às 08h16.

Nobel de Economia premia trio por combate à pobreza no mundo

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram laureados por causa de “abordagem experimental para aliviar a pobreza global”

Agência Brasil
Foto: Divulgação/The Nobel Prize
Foto: Divulgação/The Nobel Prize

 

Por RTP*

O indiano Abhijit Banerjee, a francesa Esther Duflo e e o americano Michael Kremer foram premiados nesta segunda-feira (14) com o Prêmio Nobel de Economia pela sua “abordagem experimental para aliviar a pobreza global”.

“Os premiados deste ano introduziram uma nova abordagem para obter respostas confiáveis sobre as melhores formas de combater a pobreza global”, frisou a academia na apresentação dos escolhidos para o Nobel da Economia.

Abhijit Banerjee, do Massachusetts Institute of Technology, Cambridge (EUA), nasceu em 1961, na Índia, enquanto o norte-americano Michael Kremer, da Universidade de Harvard (EUA), nasceu em 1964. Já a francesa Esther Duflo, nasceu em 1972 – ela é a mais jovem vencedora a receber este Nobel, além de ser a segunda mulher a conseguir o feito.

*Emissora pública de televisão de Portugal