Publicado em 20/06/2022 às 10h29.

Para conter a inflação, Estados Unidos avaliam retirar tarifas contra a China

Janet Yellen, secretária do Tesouro dos Estados Unidos, afirmou que medidas adotadas na gestão de Trump não têm "propósito estratégico”

Redação
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

 

Visando conter a inflação, o governo dos Estados Unidos está revisando as tarifas contra produtos chineses adotadas durante a gestão do republicano Donald Trump. A retirada das taxas foi abordada pela secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, em entrevista à ABC News. Segundo a gestora as taxas não serviram para “nenhum propósito estratégico”.

“Todos nós reconhecemos que a China se envolve em uma série de práticas comerciais desleais que são importantes para resolver, mas das tarifas que herdamos, algumas não servem a propósitos estratégicos e aumentam o custo para os consumidores”, declarou a secretária do Tesouro. Yellen não citou nenhuma tarifa específica cotada para ser derrubada.

Outra autoridade do governo do presidente Joe Biden, a secretária de Energia Jennifer Granholm, acrescentou que o democrata também está avaliando uma pausa no imposto federal sobre o gás. Tanto Granholm quanto Yellen reiteraram a posição de Biden de que uma recessão “não é inevitável”. Para a secretária do Tesouro, o mercado de trabalho e os gastos do consumidor continuam fortes. Fontes: Reuters e CNN Brasil

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.