Publicado em 26/02/2021 às 18h45.

Presidente do Banco do Brasil avisa a Bolsonaro que quer deixar cargo

Interesse em substituir o comandante do BB já havia sido sinalizado pelo militar reformado após desavenças

Redação
André Brandão é o novo presidente do Banco do Brasil (Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado)
(Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado)

 

O presidente do Banco do Brasil, André Brandão, informou a representantes do governo federal que não quer mais seguir no cargo. A notícia foi passada a Jair Bolsonaro (sem partido) na quinta-feira (25) pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que defende a permanência de Brandão no cargo.

O interesse de Bolsonaro em substituir o presidente do BB já havia sido sinalizado após desavenças entre eles em janeiro deste ano. O prazo, no entanto, ainda não havia sido estipulado e não deveria ocorrer por agora para não gerar mais desgastes após a mudança na Petrobras.

Com a possível saída de André Brandão, integrantes do governo já começaram a ventilar a possibilidade de entregar o cargo para o atual presidente do Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa. O nome ainda não é visto como certo. Antes disso, também foi defendido o nome de Gustavo Montezano, atual presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.