Publicado em 22/02/2021 às 18h20.

Supercomputador do Senai/Cimatec auxilia combate à pandemia

Por meio da Ciência de Dados, tecnologia auxilia no diagnóstico da doença e na elaboração de cenários sanitários e de impacto econômico

Redação
Foto: divulgação Fieb
Foto: divulgação Fieb

 

Por meio da Ciência de Dados, o Centro de Computação do Senai Cimatec tem atuado no auxílio para diagnóstico da Covid-19 e na elaboração de cenários sanitários e de impacto econômico. O projeto, criado entre os meses de abril e agosto de 2020, utilizou bases de dados públicas e privadas e é uma parceria do Senai/Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Repsol Sinopec Brasil.

São desenvolvidas, via uso do supercomputador Airis, duas aplicações: apoio ao diagnóstico de Covid-19 através da identificação automática de anomalias em exames de Raio-X e Tomografia Computadorizada de tórax e análise e simulação de cenários sanitários (quantidade de casos confirmados e óbitos) e econômicos futuros, de curto prazo, considerando diferentes medidas de contenção da pandemia de Covid-19. Os dados estão disponíveis em https://covid19.fieb.org.br/dashboard.

A parceria envolve, ao todo, 31 pesquisadores de cinco projetos diferentes.Foram integrados, tratados e processados dados de mais de 130 países, 880.000 amostras e 50.000 exames. Também foram utilizados dados econômicos fornecidos por Secretarias de Fazenda de 12 Estados do Brasil e dados de mobilidade urbana a nível nacional.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.