Publicado em 04/08/2020 às 14h21.

Carlinhos Mendigo ataca juíza após ter Instagram desativado: ‘Censura’

Usando um vídeo do comentarista da CNN Brasil Caio Coppolla, o humorista dá sua opinião sobre o caso

Redação
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

O humorista Carlinhos Mendigo teve o perfil no Instagram retirado do ar após uma ordem da Justiça, referente ao processo movido pela ex e mãe do filho dele, Aline Hauck.

Porém a proibição só vale para o Brasil. No exterior, o perfil do ex-Pânico continua funcionando e por lá, Carlinhos aproveitou para atacar a juíza responsável pela decisão, afirma a jornalista Fábia Oliveira.

Usando um vídeo do comentarista da CNN Brasil Caio Coppolla, o humorista dá sua opinião sobre o caso.

“Censura disfarçada de democracia não é de hoje. Não irão me calar, raça de filhos da put*. A guerra só está no começo, não podemos mais dar nossas opiniões, nos defender, falar aos nossos seguidores e público, expor pontos de vista, reflexões, propagar o evangelho, coisa que amo fazer, dentre outras coisas. Meu maior apego e amor vocês já me tiraram, que é o meu filho. Rede social, enfiem no rabo de vocês. Faço outras, seus pedaços de bosta, tolos, hipócritas, imundos, nojentos”, escreveu na legenda.

Foto: Instagram
Foto: Instagram

 

No vídeo, Copolla fala sobre a decisão da Justiça em suspender um perfil público nas redes sociais sobre o caso dos bolsonaristas.

“Ao suspender contas pessoais em plataformas online, um juiz está literalmente dizendo que tudo que aquela pessoa fala ou vai falar é ilegal. Isso não é direito, isso é juiz antecipado, é julgamento de erro futuro, ou seja, é um absurdo lógico. O STF está censurando pessoas antes mesmo de saber o que elas têm para falar, quando o correto seria aguardar suas manifestações e aplicar os devidos remédios legais, seguindo os devidos processos legais. Isso se comprovadamente abusarem do direito de sua liberdade de expressão”, diz Coppolla nas imagens.

Mais notícias