Publicado em 10/06/2016 às 15h30.

Companhia de teatro da Ufba estreia novo espetáculo

Estreia de Romeu e Julieta marca o aniversário de 60 anos da fundação da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia

Redação

13301415_1023400857695991_7492182385642468960_o

 

Adaptar Shakespeare nem sempre é fácil. Trazer o texto clássico do bardo para a contemporaneidade soteropolitana, então, é um desafio e tanto. Quatrocentos anos após a morte do dramaturgo inglês, a Cia de Teatro da Universidade Federal da Bahia (Ufba) decidiu dar um novo olhar sobre a obra mais conhecida do autor. Especialista em Shakespeare e com vasta experiência de palcos, o diretor Harildo Déda concebeu um espetáculo no qual Verona, cidade do norte italiano onde o romance se passa originalmente, ganha ares baianos.

Romeu e Julieta são dois jovens que protagonizam um romance impossível, mas que também trazem as marcas e contradições de Salvador, em suas tensões sociais, raciais e culturais. O casal de protagonistas será interpretado pelos jovens Valéria Fonseca e Fernando Santana. A montagem faz parte da comemoração dos 60 anos de fundação da Escola de Teatro da Ufba pelo então reitor Edgar Santos.

A estreia acontece na próxima segunda-feira (13), mesmo dia em que será aberta a exposição fotográfica em homenagem ao 35 anos da Cia de Teatro da Ufba. O espetáculo segue temporada por duas semanas, de terça a domingo, até o dia 26 de junho, sempre às 19h30, no Teatro Martim Gonçalves. Os ingressos são vendidos a preços populares: R$ 5 (meia) e R$ 10.

A Companhia – A Companhia de Teatro da Ufba começou as suas atividades em 1981 e completou 35 anos em 2016. Formado por professores, técnicos, alunos e convidados, o grupo é voltado para criação e produção de espetáculos com alto valor criativo e apurado trabalho de atores, além de textos inéditos ou pouco conhecidos. A meta é identificar tendências emergentes na dramaturgia, em paralelo à releitura dos clássicos, a fim de valorizar ao mesmo tempo tradição e contemporaneidade.

“Quando voltei dos Estados Unidos pela segunda vez, isso na década de 1980, encontrei a Escola de Teatro às vésperas de seu aniversário de 25 anos. A gente tinha que montar um espetáculo para comemorar a data e Nilda Spencer, diretora da escola, havia sido categórica: não há dinheiro para contratação de um diretor. Foi aí que eu assumi e, em 1981, trouxemos ao palco ‘Seis Personagens à Procura de um Autor’, o primeiro espetáculo da recém-fundada Companhia de Teatro da Universidade Federal da Bahia”, aponta Harildo Déda, diretor do espetáculo.

Professor aposentado da Escola de Teatro, e um dos idealizadores da Companhia de Teatro, Harildo já dedicou mais de 50 anos às artes e se tornou uma das figuras mais importantes do teatro na Bahia. Natural de Simão Dias (SE), ele se mudou ainda na adolescência para Salvador. Possui graduação em Interpretação Teatral pela Universidade Federal da Bahia, formado em 1970, e mestrado em Interpretação pela University of Iowa (1980).

A peça “Seis Personagens à Procura de um Autor”, de Luigi Pirandello, dirigida por Déda, marcou a estreia da companhia, que, desde então, já produziu quase 50 espetáculos e já recebeu mais de 30 prêmios locais e nacionais. Romeu e Julieta é a 49ª montagem da Cia de Teatro da Ufba.

SERVIÇO

Espetáculo Romeu e Julieta

Local: Teatro Martim Gonçalves

Quando: 13 a 26 de junho. Estreia na segunda, dia 13, e temporada de terça a domingo.

Horário: 19h30

Ingressos: Na bilheteria do Teatro Martim Gonçalves, a partir das 16h. Estreia para convidados.

Exposição – Cia de Teatro da Ufba – 35 anos

Local: Galeria Nilda Spencer

Quando: 13 a 26 de junho. Abertura na segunda, dia 13, às 18h30

Entrada gratuita.

PUBLICIDADE
Temas: cultura , teatro , Ufba