Publicado em 27/05/2020 às 21h00.

Em alusão ao Dia da África, atores fazem leitura virtual de “Namíbia, não!”

Obra é do dramaturgo e ator baiano Aldri Anunciação; atividade integra conjunto de agendas alusivas ao 25 de maio, o Dia Mundial da África

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Uma leitura da obra “Namíbia, não!”, do dramaturgo e ator baiano Aldri Anunciação, será realizada nessa sexta-feira (29), a partir das 19h, por meio de diversas plataformas virtuais, com a colaboração da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). A atividade integra o conjunto de agendas alusivas ao 25 de maio, o Dia Mundial da África. Desta vez as mobilizações acontecem pela internet, em virtude da necessidade de isolamento social por conta da Covid-19.

A experiência será transmitida por meio do aplicativo Zoom para 100 convidados que mandarem direct no Instagram @boliveirando, através do Facebook da Sepromi, do YouTube da produtora Melanina Acentuada, e por meio de lives dos atores convidados.

Com humor e inteligência, o espetáculo provoca uma discussão sobre as relações humanas no Brasil, a partir do confinamento de dois primos (representados pelos atores Fabrício Boliveira e Aldri Anunciação) em um apartamento, que tentam se proteger da ambiciosa Medida Provisória.

Além de Aldri e Fabrício Boliveira, todos em suas casas, a leitura ainda contará com as participações dos atores Gideon Rosa, Márcia Limma e Thiago Almasy.

Sobre “Namíbia, não!”

Há dez anos, pela primeira vez, “Namíbia, Não!” era encenado na Sala do Coro do Teatro Castro Alves, em Salvador. De lá para cá, veio o Prêmio Jabuti de Literatura (2013), no mais renomado prêmio da literatura brasileira, uma versão traduzida para o inglês e encenada em Londres, uma publicação e tradução para a língua alemã pela editora Fischer Verlag.

Também esteve em quatro edições do Festival Nova Dramaturgia Melanina Acentuada, que extrai uma citação da obra e cria um evento que dá visibilidade a dramaturgos negros de todo país. Há, ainda, o projeto de uma versão cinematográfica, intitulada Medida Provisória, com previsão de lançamento para 2021, numa produção da Lata Filmes, Lerybe Produções, Globo Filmes e Melanina Acentuada.