Publicado em 18/04/2019 às 12h40.

Frota detona programa de Gio Ewbank no GNT: ‘Audiência pífia’

Membro da Comissão de Cultura, deputado do PSL criticou "No Paraíso", gravado em Fernando de Noronha, que recebeu mais de R$ 2 milhões em incentivos

Redação
Foto: Montagem/Bahia.ba
Foto: Montagem/Bahia.ba

 

Ex-ator e atual membro da Comissão de Cultura do Governo, o deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) detonou o programa de Gio Ewbank, esposa de Bruno Gagliasso, no GNT: “Audiência pífia”.

A revolta de Frota se deve aos mais de R$ 2 milhões recebidos por Gio para a produção de “No Paraíso”, programa que se passa em Fernando de Noronha, ilha onde ela e o marido possuem um hotel de luxo. De acordo com edital da Agência Nacional de Cinema (Ancine), o projeto teve captação de R$ 2.992.514,25, com base na Lei Áudio Visual.

“Ela buscou incentivo para fazer um seriado todo filmado, aliás, muito bem feito, mas todo filmado em Fernando de Noronha, onde eles tem uma pousada. Uma produção cara, para um programa que tem uma audiência pífia”.

O advogado da atriz, Ricardo Brajterman, emitiu uma nota em que diz que o projeto não foi idealizado por Gio, que ela não tem “qualquer participação acionária” e, portanto, é apenas uma “mera prestadora de serviço”.

“O programa No Paraíso com Gio não foi idealizado pela atriz e apresentadora Giovanna Ewbank. O programa é de propriedade de uma produtora independente, da qual a Giovanna não tem qualquer participação acionária, Sendo certo que foi a produtora a única e exclusiva proponente para receber os benefícios de leis de incentivo à cultura. Giovanna, entanto, foi contratada por essa produtora, Como qualquer outra atriz ou apresentadora poderia ser, e cedeu seu nome para O programa. Portanto ela é mera prestadora de serviço, assalariada, que obedece as ordens da produtora que é a melhor forma titular dos direitos patrimoniais de todo o programa”.

PUBLICIDADE