Publicado em 03/04/2020 às 17h18.

Organização de jogos emite nota após denúncia de estupro contra ex-BBB

A comissão confirma que Prior foi banido do evento após denúncias de assédio em 2018, mas não sabia que se tratava suspeita de estupro

Redação
Foto: TV Globo
Foto: TV Globo

 

A comissão que organiza o jogos universitários de arquitetura e urbanismo realizados em São Paulo, a InterFAU, emitiu uma nota na tarde desta sexta-feira (3), após a publicação de uma matéria sobre a acusação de estupro do ex-BBB Felipe Antoniazzi Prior.

De acordo com a nota, a comissão confirma que o ex brother foi banido do evento após denúncias de assédio em 2018 e alega que não sabia que se tratava de um caso de estupro.

“No evento de 2018 foi reportado para a comissão organizadora e para a comissão anti-opressão mais de um relato de assédio contra Felipe, e um dos casos é justamente o que foi reportado por vocês na matéria. Importante reiterar que não foi repassado informações da vítima e nem detalhes do caso por pedidos da vítima de manter em sigilo. Foi reportado apenas que um dos relatos era grave”, diz a comissão.

A comissão organizadora hoje é composta pelas atléticas de sete universidades. Na ocasião, em 2018, era formada por representantes apenas de seis instituições.

A InterFAU vem recebendo mensagens nas redes sociais questionando a veracidade da expulsão de Felipe, desde que ele se tornou uma pessoa pública por sua participação no Big Brother Brasil.

“Nós optamos por evitar aumentar a história antes que o processo viesse à tona. Vamos agora reportar o ocorrido através de uma nota oficial nas nossas redes sociais.”, disse.

PUBLICIDADE