Publicado em 19/09/2019 às 11h44.

Preso por associação ao tráfico, DJ concorre a prêmio no Multishow

Rennan da Penha, conhecido por ser um dos idealizados do 'Baile da Gaiola', pegou pena de seis anos e oito meses em regime fechado

Redação
Foto: Twitter/ Arquivo Pessoal
Foto: Twitter/ Arquivo Pessoal

 

Preso desde abril por associação ao tráfico de drogas, do DJ Rennan da Penha é um dos indicados à categoria Canção do Ano, na 26ª edição do Prêmio Multishow.

O artista disputa o título com a canção “Hoje eu vou parar na Gaiola”, em parceria com MC Livinho, contra BaianaSystem e Emicida.

Em março deste ano a Justiça do Rio de Janeiro expediu um mandado de prisão contra o DJ, que também é um dos idealizadores do Baile da Gaiola.

Rennan foi condenado junto a mais 11 pessoas, por associação ao tráfico de drogas. Segundo o desembargador responsável pelo caso, o DJ tinha a função de olheiro, e relatava a movimentação dos policiais aos traficantes da região por meio das redes sociais.

A pena do rapaz, que também foi considerado no processo como “o DJ dos bandidos” é de seis anos e oito meses em regime fechado.

PUBLICIDADE