Publicado em 01/06/2020 às 14h42.

Reflexos da pandemia fazem Globo acelerar demissões, anuncia coluna

Grupo de comunicação unifica cinco empreendimentos em uma nova empresa; parada por quarentena reduz receitas

Redação
Foto: Rede Globo divulgação
Foto: Rede Globo divulgação

 

As medidas adotadas para o combate à pandemia de Covid-19 trouxe reflexos diversos na Rede Globo. Além da queda de receitas gerada por uma economia desacelerada, a emissora deixou de gravar e exibir capítulos inéditos de novelas, substituindo o horário por reprises. O mesmo acontece com outra paixão nacional, o futebol. Com este contexto, a empresa decidiu acelerar as demissões, segundo a coluna Notícias da TV, da IstoÉ.

A medida foi confirmada pelo executivo da área de finanças, Manuel Blemar da Costa. “O pós-Covid-19 traz a necessidade de aceleração das mudanças. A economia parou, o mundo parou, não só a Globo”, afirmou o diretor, na coluna. Na semana passada, o apresentador Zeca Camargo já foi desligado, em um acordo entre as partes pela não renovação do contrato.

O executivo argumenta que não serão muitas demissões, ‘passaralho’ no jargão da área de Comunicação, mas um ajuste dentro do projeto Uma só Globo, que unifica cinco unidades de negócios em uma só empresa. “Optamos por não fazer nada [demissões] em abril e maio, no início da pandemia.Haverá corte de pessoas, haverá corte de estrutura, e a gente vai ter desligamentos em junho, sim”, disse.