Publicado em 14/01/2020 às 13h33.

Rosto de Ludmilla estampa malote de maconha no Rio

Apelidada de 'A Braba', cada peça estava sendo comercializada por R$ 35 na Cidade de Deus

Redação
Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal
Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

Acostumada a estampar revistas e campanhas publicitárias, a cantora Ludmilla viu sua imagem ser usada para fins comerciais de uma forma inusitada no começo desta semana.

O rosto da cantora virou etiqueta de alguns malotes de maconha que estão sendo comercializados por traficantes da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Cada peça estava sendo comercializada por R$ 35

A foto escolhida para a propagada foi retirada do clipe ‘Verdinha’, música da funkeira que fala sobre a erva.

Foto: Fábia Oliveira
Foto: Fábia Oliveira

 

Em nota enviada à colunista Fábia Oliveira, a assessoria da artista comentou o caso afirmando que irá tomar medidas cabíveis para remover a imagem. Confira:

A cantora Ludmilla, através de sua assessoria jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a público externar veemente repúdio a veiculação da imagem da cantora ao uso e comercialização de entorpecentes. Com efeito, a cantora tem sido alvo de uso indevido de sua imagem que constitui flagrante violação aos seus direitos da personalidade, que lhe são assegurados pelo Código Civil Brasileiro. Por fim, a cantora esclarece que não poupará esforços para adotar todas as medidas cíveis e criminais que se fizerem necessárias, de modo a repelir e responsabilizar os autores das veiculações do conteúdo a seu respeito.

PUBLICIDADE