Publicado em 03/04/2017 às 11h45.

Rui Costa assina contrato de publicização da Osba no TCA nesta terça

Com o novo modelo de gestão, espera-se que a Orquestra Sinfônica do Estado da Bahia, que chegou a ameaçar parar as atividades, respire melhor

Redação
Foto: Mauricio Serra/ Divulgação Osba
Foto: Mauricio Serra/ Divulgação Osba

 

O governador Rui Costa assina nesta terça-feira (4), às 14h30, o contrato de publicização da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), que adota um modelo de gestão que abre espaço para a captação de recursos junto à iniciativa privada. A solenidade será realizada no palco da sala principal do Teatro Castro Alves.

Com o novo modelo de gestão, a Osba continua a ser mantida pelo Estado, mas passa a ser administrada por uma organização social sem fins lucrativos. Isto A medida permitirá à orquestra expandir seu corpo de músicos, gerir a instituição com mais agilidade e captar recursos de forma mais veemente.

Criada em 1982, a Osba é uma companhia que integra os corpos artísticos do TCA, instituição vinculada à Secretaria de Cultura do Estado. Durante sua trajetória, a orquestra esteve sob a regência de conceituados maestros, a exemplo de Christopher Warren-Green, John Neschling, Isaac Karabtchevsky, Alex Klein, Olivier Cuendet e Ricardo Castro.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.