Publicado em 11/10/2021 às 15h52.

Superman será bissexual em nova edição de HQ, anuncia quadrinista da DC

Tom Taylor revelou que filho de Clark Kent, assumirá relacionamento com amigo na nova edição 'Superman: Filho de Kal-EI #5'

Redação
Foto: John Timms / DC Commics
Foto: John Timms / DC Commics

 

O quadrinista da DC Comics, Tom Taylor, anunciou por meio do seu perfil no Twitter que o personagem de Superman, Jon Kent, será bissexual na nova edição dos quadrinhos, ‘Superman: Filho de Kal-El #5’.

A arte foi criada por John Timms. “Nosso Superman está se assumindo. Feliz Dia de Sair do Armário”, disse ele na rede social.

Tom Taylor, autor de outras HQs como Asa Noturna, DCeased, Esquadrão Suicida também deu entrevista para o site da IGN contando a novidade. 

Nesta nova edição, enquanto Clark Kent continua a luta para libertar Warworld, tanto na linha de frente quanto com uma nova equipe de agentes secretos. Jonathan Kent herda oficialmente o manto do pai e luta com a maior responsabilidade de sua vida aos 17 anos de idade.

Durante a história, Jon começa um relacionamento com o amigo, Jay Nakamura, um hacktivista que idolatra a mãe de Jon, Lois Lane.

“Ao longo dos anos nesta indústria, provavelmente não irá surpreendê-lo saber que rejeitei personagens e histórias queer. Eu senti como se estivesse decepcionando as pessoas que eu amava cada vez que isso acontecia. Mas estamos em um lugar muito diferente e muito mais bem-vindo hoje do que éramos há dez, ou mesmo cinco anos. Quando me perguntaram se eu queria escrever um novo Superman com um novo # 1 para o Universo DC, sabia que se substituísse Clark com outro salvador branco cis poderia ser uma oportunidade real perdida. Eu sempre disse que todos precisam de heróis e todos merecem se ver em seus heróis. Hoje, Superman, o super-herói mais forte do planeta, está se assumindo”, explicou Tom ao IGN.

“É muito importante fazer isso com Jon Kent como Superman. Como vimos Jon crescer diante de nossos olhos, será interessante vê-lo não apenas tentando se encontrar como uma pessoa, mas como um super-herói global na atmosfera complexa da vida moderna. Por outro lado, espero que essa temática não seja vista como grande coisa no futuro. Você pode visualizar como isso pode acontecer no futuro, quando o homem mais poderoso do mundo fizer parte da comunidade LGBT. Muitas coisas estão no horizonte e além”, acrescentou.

 



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.