Publicado em 05/09/2021 às 16h54.

Brasil x Argentina: PF e Anvisa interrompem jogo para retirar jogadores

Quatro jogadores da seleção Argetina mentiram para entrar no Brasil; Anvisa determinou que fossem deportados do país

Redação
Foto: Globo Esporte
Foto: Globo Esporte

 

Duarante a partida entre Brasil x Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2022, que está acontecendo na tarde deste domingo (5) no campo da Arena Corinthians, em São Paulo, Agentes da Polícia Federal e da Anvisa entraram em campo para retirar quatro jogadores da Argentina que não cumpriram a quarentena contra a disseminação do coranavírus. Com isso, o time argentino se retirou do campo em que disputaria partida contra a seleção brasileira.

De acordo com a Anvisa, Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso, quatro jogadores da seleção da Argentina, fizeram declarações sanitárias falsas no formulário ao entrar no Brasil. A entidade comunicou o fato à Polícia Federal para que “providências no âmbito da autoridade policial sejam adotadas imediatamente”.

A Polícia Federal tentou buscar os jogadores no hotel e, depois, no vestiário, mas a Argentina não liberou a entrada.

“Chegamos nesse ponto porque tudo aquilo que a Anvisa orientou, desde o primeiro momento, não foi cumprido. Eles tiveram orientação para permanecer isolados para aguardar a deportação. Mas não foi cumprido. Eles se deslocam até o estádio, entram em campo, há uma sequência de descumprimentos”, afirmou Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.