Publicado em 05/08/2020 às 15h33.

Após perder título do Nordestão, presidente do Bahia pede desculpas

Para Bellintani, tricolor apresentou "quase nenhuma agressividade tanto no primeiro como no segundo jogo" da final

Redação
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

No dia seguinte à perda do título da Copa do Nordeste, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, pediu desculpas à torcida. No aplicativo Sócio Digital, lançado este ano, o dirigente pediu desculpas não só pela perda do título, mas como a equipe atuou nas duas partidas finais -ambas vencidas pelo Ceará, por 3×1 no sábado (1) e por 1×0 na terça-feira.

“Não é demérito perder para o Ceará, mas da forma que perdemos, com placar agregado de 4 a 1 e quase nenhuma agressividade tanto no primeiro como no segundo jogo, é um fato que a gente precisa pedir desculpas”, disse.
Nesta quarta-feira, a equipe tem a chance de diminuir o débito com o torcedor, na primeira partida final do Campeonato Baiano, contra o Atlético de Alagoinhas.

Festa na Suíça
No Ceará, o bicampeoanto foi celebrado em uma festa que começou no estádio de Pituaçu, com a taça sendo levantada e um banho de gelo no técnico Guto Ferreira, e foi até a Suiça.  Atualmente no Basel (SUI), o ex-atacante do Ceará  festejou ainda a aposta ganha para Ramires, jogador pertencente ao Bahia e emprestado aos suíços. O vice-campeonato custará ao meia 200 francos suiços – cerca de R$ 1.170.

Na coletiva, Gordiola parabenizou atletas, funcionários e seus dois antecessores no time campeão – Argeu Fucks e Enderson Moreira. Guto ressaltou que o Ceará, assim como em 2015, levantou a orelhuda em uma campanha invicta. Com informações do GE.